MILICOS ENTENDERÃO



 Patrocine o MP!!

COMANDANTE DA MARINHA DO BRASIL É INVESTIGADO PELO MPF POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA


*Imagem retirada do site da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra


Num inquérito civil público aberto há um ano e que estava guardado a sete chaves, o comandante da Marinha do Brasil, almirante Julio Soares de Moura Neto, é alvo de investigação da Procuradoria da República no Distrito Federal por improbidade administrativa. O Ministério Público Federal apura três denúncias feitas por um advogado, cujo nome está sendo mantido em sigilo. A principal delas, segundo o documento, é a aquisição de imóvel de luxo na Avenida Atlântica, no Leme, “que seria incompatível com sua renda e que estaria vinculada, de forma ilícita, à compra de submarinos franceses pelo Brasil”. 

Na quinta-feira, o inquérito foi redistribuído e agora está nas mãos do procurador da República Anselmo Henrique Lopes, do Núcleo de Combate à Corrupção. O prazo de apuração se expira no próximo mês, mas pode ser prorrogado até maio do ano que vem.

As viagens para o exterior feitas pelo comandante da Marinha, ‘em tese, desnecessárias e em número excessivo’ —, também serão apuradas. Só em 2012 foram 64 dias fora do país. A última investigação é sobre a nomeação de um capitão-de-mar-e-guerra, que seria primo de sua mulher, para servir na Organização Marítima Internacional (IMO), sediada em Londres. Esse mesmo oficial deixou de ser promovido algumas vezes porque a Comissão de Promoção de Oficiais (CPO) o considerara inabilitado para comandar navios ou organizações militares, segundo fontes da Marinha.

Em dezembro de 2008, o Brasil anunciou a compra de submarinos franceses, mas os contratos foram assinados no primeiro semestre de 2009. Naquela ocasião, o comandante da Marinha e sua mulher, Sheila Royo Soares de Moura, residiam num modesto apartamento de fundos comprado em 1977 na Rua General Ribeiro da Costa, no Leme. 

Em fevereiro de 2009, a família concretizou a primeira transação imobiliária: Sheila adquiriu em seu nome um outro apartamento no prédio onde morava, por R$ 280 mil. Em junho, o almirante e sua mulher venderam por R$ 730 mil o imóvel no qual residiam, mas continuaram no mesmo edifício da Rua General Ribeiro da Costa, no imóvel comprado.

A diferença de valor entre os dois apartamentos no mesmo prédio, negociados com apenas quatro meses de intervalo, foi de R$ 450 mil. Em setembro, compraram um apartamento num prédio que é considerado um dos dez melhores edifícios do Rio de Janeiro, segundo avaliação no site ‘Skyscrapercity’. O endereço é nobre: Avenida Atlântica 270, no Leme, de frente para o mar. 
O valor de compra do imóvel não reflete a realidade do mercado na época: na escritura, consta que o almirante Moura Neto adquiriu o apartamento por apenas R$ 1.180.000. Imobiliárias garantem que, na ocasião, um imóvel naquele prédio custava, no mínimo, o dobro.

Fonte: O Dia


 Patrocine o MP!!

MILITAR FAZ CAMPANHA NA INTERNET PEDINDO NOVA FERRAMENTA DE TRABALHO

Caros ponderões, recebi essa imagem e me compadeci muito desse militar que apenas luta por uma ferramenta de trabalho melhor e por isso resolvi ajudá-lo. Vamos compartilhar e proporcionar a ele uma vida mais digna em seu ambiente de trabalho pq fazer faxina diariamente com uma vassoura velha não dá né? Vamos lá pessoal, compartilhe (se fosse sacanagem vc compartilharia né?!) e vamos chegar aos mil compartilhamentos, é por uma justa causa. Acesse AQUI e faça vc também parte dessa campanha que proporcionará a esse militar uma ferramenta de trabalho mais digna!!

OBS: Se a imagem tiver os 1.000 compartilhamentos (atualmente está com 882), o MP procurará esse militar para postar a conquista, sua nova vassoura.



 Patrocine o MP!!

MILITAR QUEBRA O BRAÇO E VEJA O QUE ACONTECE DEPOIS

Em uma demostração operacional, um militar se acidenta e quebra o seu braço. Veja a reação dele após isso!




 Patrocine o MP!!