Páginas

Menu

Image Map

MARINHA NEGA QUE CASAL ENVOLVIDO EM CENAS DE SEXO SÃO MILITARES DA INSTITUIÇÃO

No dia 21 o extra.globo publicou uma matéria dizendo que a Marinha do Brasil investigaria fotos de supostos militares fazendo sexo dentro de uma unidade da incorporação. O Milico Ponderão teve acesso exclusivo ao resultado da investigação.


Segundo a reportagem, uma enfermeira (cabo) e mais um sargento tiveram relações sexuais nas dependências da instituição. 

Conversamos com o Capitão de Fragata Alvaro Pinópoli que nos garantiu que o ato não ocorreu na Marinha do Brasil. "Essa acusação é extremamente mentirosa e longe de ser verdadeira. Um marinheiro com uma mulher praticando atos libidinosos? É mais fácil o navio Cisne Branco bater as asas e voar do que isso acontecer." disse o militar garantindo que se nas imagens tivessem um marinheiro e um boy juntos, aí sim elas poderiam ser possíveis.

Veja AQUI a matéria do extraglobo.com

Obs: essa reportagem é isenta de verdade


www.AutoPecas-Online.Pt

O QUE PARA OS PAISANOS É UM ALICATE, PARA O SUB É A 3ª VIA

1ª via do soldado, 2º via do sub. E quando o soldado cagalhão já consumiu as 2 vias? Aí o sub entra em ação com a 3ª via. #milicosentenderão


Humor Militar é no Milico Ponderão
www.AutoPecas-Online.Pt

RECADO OFICIAL DA PRESIDENTA DILMA PARA OS MILITARES DAS FFAA

Atenção senhores militares para o pronunciamento da nossa presidenta.





www.AutoPecas-Online.Pt

EVOLUÇÃO DO EQUIPAMENTO PESSOAL DE UM SOLDADO BRITÂNICO

A partir do armamento bruto e armadura da Batalha de Hastings ao kit high-tech do conflito moderno, um novo levantamento fotográfico explora a evolução do equipamento pessoal do soldado britânico comum ao longo dos últimos 1.000 anos (949 para ser exato).

O fotógrafo Thom Atkinson conseguiu reorganizar 13 desses kits, usados pelos soldados ingleses desde 1066 até os dias de hoje e registrou tudo em sua série  ‘Soldiers Inventories’. Abaixo seguem as imagens:

1066 huscarl, Battle of Hastings


Os guerreiros anglo-saxãos em Hastings não eram tão diferentes dos britânicos ‘Tommy’* nas trincheiras", diz o fotógrafo Thom Atkinson. Na Batalha de Hastings, a escolha do armamento dos soldados era extensa. "Há uma colher em cada imagem. Eu acho que é maravilhoso. A exigência de comida e a experiência de comer não mudaram em 1000 anos. É quase o mesmo com o calor, a água, a proteção e o entretenimento", completa o fotógrafo.

* Soldados Tommy é uma gíria para um recruta comum do exército britânico. O nome da classe já estava bem estabelecido no século 19, mas é particularmente associado com a Primeira Guerra Mundial.

1244 mounted knight, Siege of Jerusalem

Colecionadores, historiadores e soldados ajudaram o fotógrafo Thom Atkinson a montar os componentes para cada foto, como essa de um cavaleiro de 1244. "Foi difícil de rastrear pessoas conhecedoras com o equipamento correto. As fotos são realmente o produto de seu conhecimento e experiência", diz ele.

1415 fighting archer, Battle of Agincourt
Nesse registro é possível conferir o arco do soldado, além de várias flechas, uma lança de madeira, capacete da armadura, roupas, cantil, espada, punhal, chicote e machado.

1485 Yorkist man-at-arms, Battle of Bosworth
O registro mostra a armadura completa do soldado, seus itens pessoais e armas.

1588 trainband caliverman, Tilbury
“As semelhanças entre os kits são tão surpreendentes quanto as diferenças. Blocos se tornaram iPads, enquanto jogos, como xadrez ou cartas, aparecem regularmente em todos os períodos”.

1645 New Model Army musketeer, Battle of Naseby
Além de seu florete, o kit desse mosqueteiro também tem a sua arma, objetos pessoais, suas roupas, calçados, cuia e, é claro, baralho.

1645 New Model Army musketeer, Battle of Naseby
O coloridíssimo uniforme em vermelho e amarelo desse recruta nos remete muito certo palhaço de uma rede de Fast Food. Mas, ali, a coisa era séria. Em seus itens é possível observar as suas armas, bolsas, caderno de anotações, canecos, cuias, baralho, cantil e um saquinho de pedrinhas para distração.

1815 private soldier, Battle of Waterloo
O kit emitido aos soldados que lutavam na batalha de Waterloo incluía uma caneca de estanho e um conjunto de rascunhos. Nesse ainda é possível encontrar um kit de barbear, jogo de damas, kit de costura, escovas para lustrar os sapatos, óculos, relógio e talheres.

1854 private soldier, Rifle Brigade, Battle of Alma
Cada imagem retrata uniformes, bandagens para curativos, baionetas e munição. Por outro lado, mostra o lado mais humano de cada soldado, com cartas, livros de oração e Bíblias.

1916 private soldier, Battle of the Somme
Enquanto a Primeira Guerra Mundial foi a primeira guerra moderna, o kit do soldado da batalha de Somme ilustra que ela também era primitiva. Junto com sua máscara de gás, o recruta tinha uma arma de pontas quase idêntica àquelas da época medieval.

1944 lance corporal, Parachute Brigade, Battle of Arnhem
Cada fotografia mostra o mundo de um soldado condensa em um manifesto de defesas, provisões e distrações. A Batalha de Arnhem foi um grande combate entre as forças do Exército Alemão e das tropas Aliadas nas cidades holandesas de Arnhem, Oosterbeek, Wolfheze, Driel e no interior do país de 17 a 26 de setembro de 1944, durante a Segunda Guerra Mundial.

1982 Royal Marine Commando, Falklands conflict
A imagem mostra armas modernas, munição, granadas, pá, roupas, chocolate, comida enlatada, câmera fotográfica, cigarros e cadernos de anotações.

2014 close-support sapper, Royal Engineers, Helmand Province
Além das munições, revistas, chocolates, doces, máscara de gás e roupas nesse kit atual.

Se você quiser saber exatamente quais os itens de cada kit, clique aqui.



www.AutoPecas-Online.Pt

MILITARES DE INFANTARIA SÃO "RESPONSÁVEIS" POR CHUVA DE ZERO NO ENEM

Na imagem é possível vermos militares do 89 BIB (Batalhão de Infantaria Blindada) em um cursinho preparatório que ocorre naquele batalhão.

O ENEM 2014 assustou muitos pelo elevado número de candidatos que obtiveram a nota 0 (zero). A nossa equipe de reportagem buscou saber o que ocorreu. Entramos em contato com o Ministério da Educação que nos enviou o seguinte e-mail:

Sr. Milico Ponderão,

O fator de maior relevância que colaborou terrivelmente com as inúmeras notas 0 (zero) no ENEM 2014 foi a grande participação de militares da arma de Infantaria nesse ano.

No ato da inscrição do exame fizemos um levantamento da profissão de cada candidato e vimos um aumento expressivo das inscrições de militares da arma de Infantaria. Isso nos fez estimar um baixo desempenho do resultado final do exame e agora, infelizmente, vimos a nossa projeção se concretizar.

Vamos fazer uma reunião com o ministro da educação para vermos a possibilidade de inserirmos algumas questões e cálculos básicos no ato da inscrição para assim minimizarmos a participação desse público.

Cordialmente,

Ministério da Educação.

Mostramos esse e-mail para o soldado Adriano do Efetivo Variável da arma de Infantaria que se mostrou temeroso ao tocante das questões e cálculos básicos no ato da inscrição. “Aí ferrô tudo né sinhor, se os homi fizé isso acabou pra nóis, vou ter que fazê a EsSA e virar sargento de infantaria, fazê o que?Não é o que a gente qué pra nóis, mas...” disse o soldado de cabeça baixa e preocupado com o sucesso do seu futuro.

Obs: Essa reportagem é isenta de verdade



Envie a sua dica para ser publicada aqui no MP no e-mail milicoponderao@hotmail.com

Humor Militar é no Milico Ponderão



www.AutoPecas-Online.Pt