Milico Ponderão

Image Map

NOVA POLÊMICA: GATINHO FARDADO GERA REVOLTA NA SECRETARIA DE DIREITOS ANIMAIS

Após a polêmica envolvendo a PMESP e os Direitos Humanos por um post de uma criança fardada, agora surge mais uma polêmica. A coordenadora da secretaria de Direitos Animais, Maria Oscar Junqueira, se pronunciou contra uma foto publicada por um militar do exército de um gatinho fardado: "Isso é um insulto, onde já se viu postar uma imagem com um gatinho fardado? Provavelmente esse pobrezinho será mais agressivo que um tigre selvagem pois o fato dele vestir farda o transformará em um monstro opressor, esses militares não tem mesmo bom senso".

Já uma PM FEM postou no Facebook:


Em resposta, animaizinhos de todo o Brasil (e até de outras partes do mundo) nos enviaram fotos com a hashtag #VaiTerAnimaizinhosFardadosSim

Foto do gatinho que iniciou a polêmica
















#VaiTerAnimaizinhosFardadosSim

Obs: essa matéria é isenta de verdade

www.AutoPecas-Online.Pt

VEJAM O QUE OS MÉDICOS ENCONTRARAM NA GARGANTA DESSE MAT BEL

Um Mat Bel sentiu alguma coisinha arranhando sua garganta. De início acreditou ser apenas um pequeno inseto porém, por insistência de amigos, resolveu procurar um médico. Vejam só o que os médicos encontraram...




www.AutoPecas-Online.Pt

ALVORADA EM CASA VS NO QUARTEL


Em casa o jovem é acordado pela mamãe com todo carinho e mesmo assim dá uma de brabo reclamando que a mãe foi encher o saco dele. Já no quartel...bom , no quartel é mais ou menos do jeito que mostra no vídeo, confira!



Obs: pegue leve nas criticas aí pq essa foi a primeira animação que o Milico Ponderão fez usando os recursos que tinha em mãos. Tenho a intenção de fazer outras animações, claro se o público gostar né?!
www.AutoPecas-Online.Pt

EMPREENDEDORISMO: EX-SOLDADO DO EXÉRCITO INOVA NO SETOR GASTRONÔMICO OFERECENDO PRATOS SERVIDOS NOS QUARTEIS

Muitos reclamam da comida que é servida nos quarteis mas um soldado enxergou nela a oportunidade de mudar de vida.

Acompanhe agora a história de sucesso do ex soldado Pacheco.

Na foto, Pacheco conta a sua história de sucesso em um evento de jovens empreendedores    

Pacheco era mais um jovem que sonhava em seguir a carreira militar nas fileiras do Exército Brasileiro e serviu o seu ano militar obrigatório em um batalhão de infantaria. Ele nos contou que a expectativa era muito grande e acreditava que tudo seria perfeito até comer pela primeira vez no rancho do seu batalhão: "Foi incrível como uma carne de monstro com um suco de gandola desfez em uma mastigada todo um sonho de infância", nos disse o jovem empreendedor.

Inconformado e sem mais nenhuma perspectiva de vida, acreditou que nada mais poderia piorar porém ele estava errado: Pacheco foi designado a trabalhar no rancho daquela unidade militar. Sem opção de escolha, Pacheco então inicia as suas atividades como rancheiro. Seguidor fiel do lema "O que é um peido pra quem tá cagado", ele desempenha da melhor maneira suas tarefas e se desdobra para aprender todos os macetes para preparar os alimentos servidos aos soldados.

Após 10 meses de serviço prestado ao governo, Pacheco sai na primeira baixa. Logo em seguida começa a trabalhar como garçom em uma churrascaria no centro da cidade onde mora e lá ficou por 8 anos. "Nesse período eu via muitas crianças fazendo birra dizendo que não comia isso, nem aquilo outro e etc e foi aí que tive a sacada: Somei a minha experiência de rancheiro com a "birra alimentícia" das crianças e criei a Soldier's Food".

A Soldier's Food (algo como Comida de Soldado) tem como público-alvo mães que não sabem o que fazer para que seus filhos comam de tudo e sem reclamar. O ex-militar afirma que 100% das crianças que já se alimentaram em um dos seus 35 restaurantes espalhados em todo o Brasil nunca mais reclamaram de qualquer tipo de comida. 

O quê a Soldier's Food serve aos clientes?

Prato principal

"Arroz Blindado" (tem esse nome por ser muito duro)
Macarrão "Unido como a nossa tropa" (tem esse nome pois o macarrão jamais é soltinho, sempre será um tanto pastoso)
Carne de Monstro

Salada

Talo de couve flor e alface que anda no prato (isso é um mistério)

Bebidas

Três opções de sucos que tem diferentes cores porém com o sabor exatamente iguais
Chá brochante e chá de gandola suja

Sobremesa

Arroz doce (na verdade esse arroz doce é o arroz salgado que sobrou do dia anterior porém é jogado açúcar e cravo nele)

Obs: Pratos, copos e talheres são lavados pelos próprios clientes.

Com esse cardápio, o ex-militar e empreendedor de sucesso já garantiu o seu espaço no segmento gastronômico.

E você caro leitor, o que achou da ideia do jovem Pacheco? Conte pra nós nos comentários abaixo.


Obs: essa matéria é isenta de verdades

www.AutoPecas-Online.Pt

MISTÉRIO: "CASULO MILITAR" SÃO VISTOS NO INTERIOR DE SANTA CATARINA

Na manhã de hoje um jovem trabalhador rural teve uma grande surpresa: encontrou um campo onde o exército estará "fabricando" militares no interior de Santa Catarina.
"Tava andando já meio ressabiado lá porque é uma área restrita militar quando me deparei com vários casulos no meio do mato, alguns já estavam até nascendo, se mexendo e tal, sabe?" disse o jovem solicitando encarecidamente o anonimato dele com medo de represálias pela descoberta e relato.

A imagem postada acima e relatos chegaram ao conhecimento de renomados cientistas que acreditam sim que o exército esteja colocando em prática o experimento que eles chamam de "Casulo Militar". Segundo o cientista Dr. Gilberto Nash do NUPII - Núcleo de Pesquisas Inacreditáveis e Improváveis, a ideia central dos oficiais é fabricar uma tropa de militares que já nascem soldados, sem vínculo familiar sem nada, apenas eles e o exército. Procuramos o alto escalão da força e negaram qualquer envolvimento da instituição com esses tipos de experimentos. 

Agora esse mistério assombra os moradores da região, cientistas da sociedade civil e até mesmo militares da ativa que desconhecem a veracidade do assunto.

Obs: essa matéria é isenta de verdades

www.AutoPecas-Online.Pt